clear

Fortuna Tancredi: Tancredo de Lecce e a oposição siciliana ao processo da unio Regni ad Imperium nas crônicas coetâneas

O Reino Normando da Sicília foi uma das mais interessantes organizações políticas do século XII europeu mas é pouco estudado pela historiografia medievalista brasileira, especialmente o processo da unio Regni ad Imperium, sua conturbada fusão dinástica com o Sacro Império Romano, entre 1177 e 1268. Nossa proposta é a de analisar a figura do Rei Tancredo de Lecce, opositor à unio Regni ad Imperium nas principais manifestações historiográficas do período: a Epistola ad Petrum Panormitanae ecclesiae thesaurarium atribuída a “Hugo Falcandus” e o  Liber ad honorem Augusti sive de rebus Siculis de Pedro de Éboli.

Citação completa

ARAUJO, Vinicius Cesar Dreger de. Fortuna Tancredi: Tancredo de Lecce e a oposição siciliana ao processo da unio Regni ad Imperium nas crônicas coetâneas. Revista Diálogos Mediterrânicos, [S.l.], v. 6, p. 133-150, 2014.