clear

Existiu um projeto Imperial de História? Otto de Freising e a Chancelaria de Frederico I Barbarossa

Este artigo pretende analisar aspectos da literatura histórica do período dos Hohenstaufen através de questões levantadas a partir do estudo da Gesta Frederici I Imperatoris, escrita pelo Bispo Otto de Freising e continuada pelo clérigo Rahewin. Analisaremos os seguintes aspectos do documento: sua origem, sua semelhança com outros textos, seu emprego de fontes documentais e suas possíveis utilidades como propaganda e literatura de corte. Em suma, o problema da literatura histórica Hohenstaufen durante o reinado de Frederico Barbarossa, especialmente o uso da Gesta Frederici, envolve o questionamento da natureza destas fontes e de suas peculiaridades. Apresentamos aqui algumas hipóteses de trabalho, nas quais estamos despendendo esforços para confirmar a viabilidade de cada uma, tentando esclarecer um pouco mais este fascinante problema da História Medieval Germânica. 

Citação completa

ARAUJO, Vinicius Cesar Dreger de. Existiu um projeto imperial de História? Otto de Freising e a Chancelaria de Frederico I Barbarossa. Revista Brathair, Rio de Janeiro, v. 5, n. 1, p. 73-83, 2005.